segunda-feira, 29 de junho de 2015

Uma prosa sobre o arco iris

Semana passada, nos EUA foi aprovado o casamento LGBT (ate a presente data a sigla é essa, pode aumentar com o tempo). E isso foi muito legal, primeiro porque foi os EUA, e isso na politica internacional representa pra caralho, depois porque é um grande passo na questão dos direitos humanos.
Mas aí vem a pergunta mestre: Deus pode ficar furioso?  O que essa atitude vai trazer de mudança?

Bem pra mim, que sou hétero e tenho todos os direitos resguardados (sim se você é hétero, e tá nessa onda de marchinha de hétero.... nem vou render, mas o monstro do seu armário ta furioso), não muda nada, tipo NADA....

Mas pras pessoas que são homossexuais muda, talvez nem irão se casar, mas de fato elas vão se sentir parte da sociedade, afinal casamento é um direito civil, isso mesmo gafanhoto a lei não é pros homossexuais casarem na igreja.

Um ponto importante, que observei que os argumentos que tentaram ridicularizar isso, vão de ataque aos gays homens, tipo frases  "pênis e anus não procriam", entre outras, e nada geralmente foi se falado das lesbiscas, deve ser do fato de que duas mulheres se pegando, tocando faz parte do fetiche de vários homens, principalmente os "puritanos". Só que mulher com mulher é sexo gay, então você deve resolver esse probleminha aí.

Claro que existe um movimento, que na minha opinião é idiota  hipócrita de usar a bíblia ou a moral ali no velho testamento pra falar que deus via ficar puto com essa atitude, de fato ninguém segue aquelas merdas lá né... e na moral deus não tá nem aí pra isso, tanta coisa mais importante né.

 Na minha opinião, essa fúria é estranha porque a lei não obriga a ninguém a casar com gay, e também não existe lei que obriga a todos usarem a bíblia como manual de moral, ou que obrigue a todos seguirem sua religião e serem regidos pela sua hermenêutica...

O que poderia explicar essa fúria, é simplesmente o monstro do armário querendo se libertar, aí já é outro problema ...

Mas para fins funcionais não muda nada pra quem já tinha os direitos resguardados....

terça-feira, 16 de julho de 2013

Seja você mesmo

Uma vez eu li uma frase que dizia : “torna-te quem tu és”, se não me engano foi o doidão do Nietzsche que escreveu. Há um pensamento muito profundo nesta frase, por que realmente no final você deveria ser você mesmo, e você deve estar perguntando, será que não sou eu mesmo?

Provavelmente a coisa mais difícil é “ser você mesmo”, vivemos em uma sociedade que quer padronizar tudo, comportamento padrão, postura padrão, lugares que são padrão, e até as casas já são padronizadas. Além disso, existe a construção de mitos, distrações e regras sociais mais imbecis possíveis para que você encha sua cabeça com coisas desnecessárias e torne-se cada vez mais um robô, e com o tempo você apenas levanta, trabalha, dorme, se alimenta com as mesmas comidas e deixa de viver sua vida, pensar com seu ponto de vista e apenas adere ao “sistema”.

Parece legal, as vezes você pode pensar mas eu me divirto, eu saio, eu curto a vida. A minha pergunta vai ser: Será? Provavelmente se você tivesse fazendo as coisas funcionarem, curtindo a vida, você talvez não teria tempo de estar na Internet, e sinceramente, quantas dessas saídas foram pra lugares onde você queria ficar? Quantas pessoas que você convive são aquelas que você quer que estejam perto? Quanto do seu tempo, você usa vivendo e fazendo suas coisas? Quantas coisas ao seu redor você questiona? Quantas de suas atitudes não seguem o padrão?

Claro que vivemos num mundo da realidade prática e pouco importa na maioria das vezes se o que é, é de fato, de forma resumida até o mais esclarecidos dos primatas vulgo humanos, vivem imersos em um mar de ignorância. Isso é ruim? Não sei, mas de certa forma o mundo funciona assim.
Tem outro ponto, sei que precisamos (será realmente?) de socializar, e isso requer muita das vezes cedermos certos costumes e hábitos, como digo (e muitos dizem) viver é fácil o difícil mesmo é conviver. Devido a todos esses fatores, muitas vezes você não é você, você pode ser varias pessoas, e o pior você é pressionado a ser assim.

Não tem muito tempo que tomei uma decisão de mudar um pouco, parar de pensar no que os outros pensam e pensar por mim mesmo, é legal de ver como as pessoas acham que você está revoltado, ou sofreu uma decepção, e que deveria repensar. Isso tudo não passa de uma forma de tentar fazer você voltar a dita “padronização”. Falar às vezes o que se pensa, ou ter atitudes que não são padrão é um processo doloroso, as pessoas vão te massacrar, vão se afastar, fazer piadas, criticar e tentar te diminuir. Isso no começo pode ser doloroso, mas as pessoas boas sempre estão por perto, sendo assim eliminei um monte de peso morto da minha vida, infelizmente muitos que achei que eram amigos, se mostraram o contrário, muitas pessoas próximas não entendem.

Mas o mais bonito na vida é que você pode perder algumas vezes, mas com certeza irá ganhar outras, outros amigos vieram, outros amores vieram, outras decepções também (afinal a vida é repleta delas).
Mas no final, não me arrependo de não ser o "Mr. Nice Guy" todo momento, afinal como sempre digo “A vida é curta demais pra você ser falso o tempo todo”

E no final ser você mesmo apesar de ser difícil, é o que deve ser feito...

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Talvez um desabafo...

É estranho, como o tempo passa e temos a tendência de achar que o mundo mudou. 
Cresci, e muitos amigos que eram chegados, hoje já não são chegados mais, quantos deles que ao longo da jornada se foram.
Muitas coisas nas quais eu tinha convicção antes, hoje vejo que não passavam de meras ilusões, mas não é pelo fato de serem ilusões, que foram insignificantes.
Às vezes a vida é parece sem sentido, mas de fato é, o sentido cada um cria o seu. Sei que isso pode parecer meio cruel, mas infelizmente com a amplitude que o universo é, fica chato se você não criar um sentido além da realidade que é cruel, para muitos o fato de ser um mero pedaço insignificante de Carbono ambulante pode ser muito desestimulante.
Mas a vida segue, o sol ainda nasce e se põe no mesmo sentido, por mais que tudo possa parecer errado.
Por mais que você pense que não, dias felizes e dias tristes sempre vão existir, você vai amar e vai deixar de amar....
No fim não é o mundo que muda, e sim o seu ponto de vista sobre as coisas tende a mudar....

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Enfim acabou o período eleitoral


Enfim passaram-se as eleições, e tudo aquilo de tenebroso que as eleições trazem como as versões horripilantes do “eu quero tchu, eu quero tcha”, das desgraçadas, ridiculas , belas canções do Michel Teló, e como se não piorasse as versões “gospel” das músicas dos políticos. Mas o que me espanta ainda é o ponto X das eleições, boa parte dos brasileiros encara as eleições como se fosse disputa de futebol, e digamos, formam-se até torcidas organizadas a respeito, e os amigos, tornam-se rivais fervorosos, e arrisco a dizer que até os vandalismos decorrentes das torcidas organizadas ocorrem como aquele monte de papel no chão.

O mais triste é que eleições são mais complexas que futebol em si, e o povo ainda insiste em acreditar em soberania popular, no “democraticamente” justo, na vitória do povo, entre outros jargões que só servem para te fuder iludir. O grande problema é que, ao contrário do futebol onde você faz suas reclamações, protestos, e o dirigente diante da pressão, acaba por despedir quem não está rendendo, na política não da pra você tentar despedir esse “jogador”, no mínimo você vai ter que esperar por quatro anos, sei que você deve estar lembrando-se dos caras pintadas, mas vamos pressupor que você não é tão retardado ingênuo de pensar que aquilo realmente derrubou o Collor.

Situação mais ridícula, são as provocações como se fosse no clássico de Cruzeiro e Atlético, coisa do tipo “chupa, seu candidato perdeu”, o problema é que esquecemos que se o candidato que você votou ganhou, ele deixa de ser um candidato “seu” e passa a ser o representante da população. O pior se você esquece deste principio básico, como você vai impor seus direitos? Melhor dizendo, se você não sabe nem o que um vereador faz, e digo de antemão que o trabalho dele não é te dar sacos de cimento, dinheiro e coisas particulares, como você vai cobrar o serviço dele?

O que vi em muitas eleições foi simplesmente o excesso de ignorância da população, que se deixa manipular apenas por boatos, conversas, frases de efeito, promessas de emprego pra filho, etc.

O que quero expor aqui de forma bem simples, é que o político se alimenta da sua ignorância, no caso o mau político, e pra ele é muito importante que você ache que as eleições não passam de um mero clássico do seu time de futebol, ou da vitória do mocinho sobre o vilão igual acontece na sua telenovela preferida. Depois dessa festa, começam as reclamações do tipo “político não presta”, “político é tudo safado”, na verdade a culpa é nossa de não saber escolher, e nem saber cobrar!!

domingo, 19 de agosto de 2012

A LENDA URBANA DO VOTO NULO


Vamos falar sobre o voto nulo, mas vamos deixar umas coisinhas clara:

 VOTO NULO NÃO ANULA ELEIÇÃO, OU SEJA, ESSA CAMPANHA "VAMOS VOTAR NULO" TEM O MESMO EFEITO DE: 
-TOMAR LEITE COM MANGA FAZ MAL
-PAPAI DO CÉU TÁ VENDO
-SE VOCÊ FOR BONZINHO, PAPAI NOEL VAI TRAZER PRESENTE.
-TRAGO SEU AMOR EM SETE DIAS

APOSTO QUE MAIS UMA VEZ ESTAMOS SENDO ENGANADOS.... 

Muita gente só repete isso , mas nem sequer leu os Artigos que falam sobre a nulidade e possível anulação do processo eleitoral. Quando você fala de coisas, ou melhor afirma coisas como se fosse verdade, mas não sabe do que está falando, vou melhorar um pouco, quando  excreta pela boca você fala valores que são estranhos a sua pessoa, o nome disso é ALIENAÇÃO. E um alienado, aliena outros e com isso forma uma massa, quando eu, você critica emissora X GLOBO por ela ALIENAR as pessoas, e você fala sobre algo que não sabe, e passa para frente, olha que bonito, você está fazendo o mesmo seu burro, idiota, imbecil. 
Você deve estar putinho indignado comigo e falando: "Você deve estar apoiando algum candidato por isso fala isso" , mas para seu desgosto não, como sabemos existem leis que regulamentam o processo eleitoral e ela deixa claro que os votos nulos são simplesmente desconsiderados, isso mesmo, DESCONSIDERADOS. Mas já que falei de lei vamos ver o que ela fala sobre a questão sonhada dos revolucionários de anular a eleição:
Veja os artigos da lei eleitoral:

Art. 220. É nula a votação:
I - quando feita perante mesa não nomeada pelo juiz eleitoral, ou constituída com ofensa à letra da lei;
II - quando efetuada em folhas de votação falsas;
III - quando realizada em dia, hora, ou local diferentes do designado ou encerrada antes das 17 horas;
IV - quando preterida formalidade essencial do sigilo dos sufrágios.
V - quando a seção eleitoral tiver sido localizada com infração do disposto nos §§ 4º e 5º do art. 135.
Parágrafo único. A nulidade será pronunciada quando o órgão apurador conhecer do ato ou dos seus efeitos e o encontrar provada, não lhe sendo lícito supri-la, ainda que haja consenso das partes.
...
Art. 222. É também anulável a votação, quando viciada de falsidade, fraude, coação, uso de meios de que trata o Art. 237, ou emprego de processo de propaganda ou captação de sufrágios vedado por lei.
...
Art. 224. Se a nulidade atingir a mais de metade dos votos do país nas eleições presidenciais, do Estado nas eleições federais e estaduais ou do município nas eleições municipais, julgar-se-ão prejudicadas as demais votações e o Tribunal marcará dia para nova eleição dentro do prazo de 20 (vinte) a 40 (quarenta) dias.
§ 1º Se o Tribunal Regional na área de sua competência, deixar de cumprir o disposto neste artigo, o Procurador Regional levará o fato ao conhecimento do Procurador Geral, que providenciará junto ao Tribunal Superior para que seja marcada imediatamente nova eleição.
§ 2º Ocorrendo qualquer dos casos previstos neste capítulo o Ministério Público promoverá, imediatamente a punição dos culpados.

Se você dúvida leia a lei na íntegra:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l4737.htm

Como você (creio que leu) já percebeu, só nestes casos graves que a JUSTIÇA ELEITORAL e não você eleitor de merda irá anular a eleição inteira. E nesse ponto do texto você já percebeu que a ANULAÇÃO da ELEIÇÃO, não tem nada relacionado com os votos NULOS ou BRANCOS.

Só pra complementar a Lei 9.504/97 diz:
Art. 2º Será considerado eleito o candidato a Presidente ou a Governador que obtiver a maioria absoluta de votos, não computados os em branco e os nulos.
...
Art. 3º Será considerado eleito Prefeito o candidato que obtiver a maioria dos votos, não computados os em branco e os nulos.

Gostou? Os votos NULOS e BRANCOS são desconsiderados....
Não essa via, como você deve estar pensando os votos NULOS e BRANCOS não geram nada. Errado, eles mostram que você deixou a responsabilidade de escolher para outros eleitores, melhor dizendo você esses votos são um premio para os piores políticos do Brasil. Então você que bate no peito achando que faz uma revolução votando em branco, e reclama da situação ruim do Brasil bata no peito e diga:

"EU PATROCINO ESSA MERDA"

Que bonito você acaba ajudando quem na verdade você queria atrapalhar, como diria o grande filosofo Gil Brother Away: "Para com essa porra!"

É claro que o processo eleitoral no Brasil precisa ser reformulado, e que muitas das vezes os partidos nos deixam com a escolha entre o ruim e o pior, mas isso não muda o fato que a responsabilidade maior continua sendo do ELEITOR.


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Efeito Pequenas Observaçoes

No video 5 eu citei a Colgate, e no domingo mesmo enviei um email contendo minha reclamação e o link do video!

Ta ai a resposta: